Vida n'O Fojo!

quarta-feira, 10 de março de 2010

Plantio de um Food-Forest ou Floresta de Alimentos

Este foi um dos mais agradáveis e produtivos fins-de-semana vividos n’O FOJO. Foi, para além de uma grande Experiência de Permacultura, um marco na história deste "nosso" pedacinho de terra. Demos um passo de gigante na implementação do nosso projecto de Permacultura n'o Fojo, fizemos o plantio do Food-forest, ou Floresta de Alimentos.
Antes de mais queremos partilhar convosco o momento de alegria que estamos a viver!! Queremos também expressar mais uma vez o nosso agradecimento a quem nos ajudou a concretizar o nosso sonho, tudo o que conseguimos avançar só foi possível devido ao empenho e ao fantástico espírito de comunidade que vivemos juntos nestes dias. Ao longo de sábado e domingo recebemos a visita de cerca de 15 pessoas, de todas as idades, de vários pontos do país, em que todas elas deram um contributo à sua medida e cada um foi elemento essencial para que conseguíssemos, juntos, construir o Food-forest, ou seja, fizemos trabalho comunitário, todos com um mesmo objectivo e assim foi muito mais rápido, mais agradável, mais divertido!!
Aprendemos que a energia e o espírito que empenhamos naquilo que estamos a fazer é proporcionalmente recebido por cada um de nós, do grupo e para o grupo, à Natureza e pela Natureza. Um sinal claro do que vivemos foi termos sido abençoados por dois dias fantásticos de temperatura amena e até mesmo de um Sol radiante (com previsão de chuva para os dois dias), enquanto com todo o carinho e amor íamos cuidando da terra, semeando e nos íamos ajudando uns ao outros!
Um grande abraço a esta família d’O FOJO que nasce a cada dia! Família porque em conversas descobrimos sempre que temos algo em comum, em cada encontro que proporcionamos n’O FOJO partilhamos as nossas experiências, aprendizagens e dificuldades, a sabedoria de cada um, reunida, forma um todo e assim crescemos em cada passo. Tocamos e somos tocados, fazemos crescer o nosso terreno interior e exterior...

O plantio do Food-forest começou com o alisamento dos socalcos que tínhamos preparado nos dias anteriores! Este alisamento, ligeiramente inclinado para a zona interior do socalco, faz com a que a água das chuvas se acumule numa cova ou swale, em curva de nível, fazendo com que a água se infiltre no solo, mas sem se acumular no próprio socalco plantado, apenas no seu extremo. Enquanto o Maurício tratava de questões logísticas, de telefonemas para receber a palha, das sementes de chícharo e do seu contra-tempo no joelho, a Filipa, o amigo Alexandre, da Montanha Cósmica, a Cassandra e o Garrett, from Isle of Man, faziam, calmamente, mas de forma eficaz, o nivelamento da terra nos socalcos. Pouco tempo depois recebemos a agradável chegada dos fardos de palha! Três enormes fardos de palha (com 80cmx80cmx2m) que com todo o cuidado pousámos no terreno, junto à casa. Entretanto chegaram para nos ajudar os amigos Pati, a pequena e imparável Gabriela, o Jaques e o fofinho Vasco, que ainda não conhecíamos! A criançada juntou-se logo para brincar com os fardos de palha, há muito que não os víamos tão entretidos! Mais à noitinha preparámos petiscos enquanto o Alexandre nos encantava com a sua música na guitarra! Mais tarde ainda veio nos visitar o Zé Mateus, sempre pronto para um bom momento à fogueira! A noite foi muito agradável com as sempre instrutivas e agradáveis tertúlias à fogueira, pois o dia seguinte era de esperado trabalho.

No domingo somos presenteados com uns pingos de chuva que logo se transformaram num maravilhoso dia de Sol! Até as verduras sorriam! Observamos os socalcos onde iria ser feito o plantio das árvores, leguminosas, flores e muitas videiras. Para nos dar uma ajuda, bem cedinho, apareceu a família em Transição! O João, a Vanessa, o pequenino David e o Filipe! Ficámos ainda mais completos com a sua chegada e partimos para a divisão das espécies de árvores e arbustos por socalco. O Lucas e o Filipe foram grandes ajudantes na distribuição das árvores e arbustos! Tínhamos uma listagem de todas as espécies, que as distinguia por tipo, tamanho e forma da copa, altura máxima, necessidade de sol e tipo de folha (caduca ou perene), o que nos ajudou na localização de cada uma. o Maurício, nervoso com andar das distracções, lá conseguiu coordenar as tarefas! Up! Chato o raio do brasileiro!

As espécies de árvores que plantámos: Abacateiro, Alecrim, Alfarrobeiras, Amendoeiras, Ameixeira Black Diamond, Amora Cultivada Rubus Fruticosos, Amoreira, Araçá, Aveleira, Castanheiro, Castanha da Índia, Cassis ou Groselheira-Preta, Cerejeira Big Napoleon, Cerejeira Vermelha, Comivilha (um tipo de tangerina), Damasqueiro Bulida, Damasqueiro Canino, Diospireiro (2, um de trincar e o outro molinho...), Figueira, Figueiras da Vilamoura, Feijoa, Framboesa Rubus Idaeus, Gambôa, Gingko Biloba, Groselha, Groselha Branca Ribes Rubrum, Kiwi, Laranjeira, Limoeiro, Macieira, Mangueira, Maracujá, Marroquina (outro tipo de tangerina), Nespereira, Nespereira enchertada, Nogueira, Pereira, Pessegueiro Catarino, Pessegueiro Springcre Vermelho, Pessegueiro, Sabugueiro, Tangerina, Tília.

Com as árvores no sítio certo começámos por fazer uma cova para as plantar, todos juntos, cerca de duas pessoas por socalco, foi muito rápido o plantio! Em seguida passámos a semear as leguminosas Tremocilha e Chícharo (leguminosa semelhante ao tremoço, tradicional da zona) que vão ajudar a fixar Nitrogénio (ou Azoto) no solo, vão proporcionar uma cobertura verde e ao mesmo tempo ajudam a estabilizar a terra no sítio devido, através das raízes.
Enquanto se semeava a Pati e a Filipa preparavam-nos um banquete de iguarias frescas e alimentícias! Foi um verdadeiro dia de festa! Que carinho! Obrigado meninas!
Da parte da tarde começámos por fazer uma visita guiada ao terreno pois entretanto tinha chegado de Lisboa, também para nos dar uma mãozinha, a Cláudia e o Francisco de Brion! O Francisco é um expert em Earthships, esteve a estudar em Inglaterra, e agora está de volta a Portugal para nos ensinar a pôr a mão na massa! Passámos pelas Nogueiras, Gingko Biloba, Figueiras e Castanheiros que já tínhamos plantado em outras zonas do terreno, mostramos a zona de acampamento em evolução e vimos o nosso buraco gigante no outro estremo do terreno e transbordar de água!! Com tanta chuva, não admira!
Em seguida, antes de partir à aventura de espalhar a palha pelos socalcos, semeamos sementes de Pastinaca, Camomila, Papoila, Capuchinha (flores comestíveis!) e algum Absinto, …………
E eis que chegou um momento muito esperado, um processo clássico em Permacultura, a cobertura dos socalcos com palha! Venha de lá a matéria orgânica inicial! Foi muito divertido e algo trabalhoso, todos ajudaram, dos mais velhos aos mais pequenos todos puderam ajudar! Em cerca de duas horas conseguimos cobrir 4 socalcos e meio de 4 por 35 metros de palha! Foi surpreendente a rapidez com que fizemos este trabalho! Mais uma vez um grande abraço de agradecimento por esta partilha! Já com a palha colocada, o Francisco e o Jaques iam tratando do plantio das 50 videiras, castas de mesa D. Maria e Cardinal e para o vinho, e para esta primeira experiência com videira 12 Cabernet SAuvignon e 25 Castelão (mais para frente queremos plantar outras castas também) uma a uma, as foram colocando em posição, na zona mais elevada do Food-forest, pois quanto mais altitude, menos geada e mais sol!!
Assim se passou um fim-de-semana para ficar na memória, cansativo mas extremamente produtivo. Novamente constatámos de que não há nada como trabalharmos todos juntos com um objectivo comum, aqui n' FOJO como em qualquer outra parte do Mundo, chegaremos muito mais longe se nos ajudarmos uns aos outros e mais ainda, se confiarmos aos outros o que nos é mais precioso, essa confiança só fortalece as relações, ajudando a tornarmo-nos cada vez mais humildes e humanos. Sejamos muitos ou poucos, estamos no Caminho!

Até breve!

Aproveitamos para vos convidar a vir dar uma espreitadela à nossa Floresta de Alimentos n’O FOJO!! Temos novo encontro, desta vez um encontro mais longo, para quem possa, para os dias 26, 27, 28 e 29 de Março. É a 8ª Experiência de Permacultura n’O FOJO em que vamos preparar o terreno para a recepção da Caminhada pela Simplicidade Voluntária 2010, que vai estar n’O FOJO durante os dias 7, 8 e 9 de Abril!

As imagens!




5 comentários:

  1. Uaaau!!Que maravilha!!Muita luz e água desejo para essa nova floresta!!Já vi que temos uns bons professores aqui ao lado para quando fizermos a nossa!!abraço!!Sofia

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  3. Nós é que agradecemos a perma hospitalidade!
    Zé e Vicente.

    ResponderEliminar
  4. então e essas fotos...!? Quando é que se vê isso!?

    ResponderEliminar